"Eu escrevo para fazer existir e para existir-me.
Desde criança procuro o sopro da palavra que dá vida aos sussurros. "

Clarice Lispector

domingo, 9 de outubro de 2011

Palavras ao vento..!




Como reconhecer um amor que só se dá através de palavras, ou melhor, se esconde. Não precisa ser poeta pra dizer que palavras se vão com o vento, enquanto atitudes permanecem até o fechar de olhos (Tarsila Aroucha)

Um comentário:

  1. às vezes ainda mais que em gestos, o amor está no silêncio.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho, beijos tarsi!