"Eu escrevo para fazer existir e para existir-me.
Desde criança procuro o sopro da palavra que dá vida aos sussurros. "

Clarice Lispector

domingo, 18 de setembro de 2011

Não tenho toda essa coragem, mas sinto.

Eu tava esperando a cigarra tocar desde cedo, então decidir estudar já que você só ia chegar um pouco depois e isso faria com que o tempo passasse um pouco mais depressa, então estudei e você não chegou, decidi comer e fazer coisas minhas para o tempo passar depressa, então você ainda não havia chegado, então o sol foi trocado pela lua e aqui estou te esperando e pensando em você, e esperando a cigarra tocar ou o telefone cantar a música suave que foi colocada como seu toque... E então espero, mas você ainda não veio e nem sei se ainda virá. Necessito de sua companhia e isso anda estampado em meu rosto todos os dias. As pequenas esperanças estão indo embora, não sei por que, não consigo explicar algumas coisas que passam por dentro. Tive um pesadelo hoje e precisava de você hoje. Espero que venhas porque senão será mais uma semana sem ti.






"Não que estivesse triste, só não compreendia o que estava sentindo" Caio Fernando Abreu

-

"Era sábado à noite, quase verão, pela cidade havia tantos shows e peças teatrais e bares repletos e festas e pré-estréias em sessões de meia-noite e gente se encontrando e motos correndo e tão difícil renunciar a tudo isso para permanecer no apartamento lendo, espiando pela janela a alegria alheia."

5 comentários:

  1. Tenha um ótimo noite para você ;*
    Beijos $:

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia flor...tenha uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  4. Percebo perfeitamente o pequeno texto que puseste no final... Há muito tempo que me sinto assim, quando estou longe dele...

    Bom texto, força ;) *

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho, beijos tarsi!